Estar Presente…

Existem pessoas demasiado apegadas ao passado: em conquistas que não ocorreram, relacionamentos mal sucedidos, oportunidades perdidas em sentimentos de saudosismo com situações que ocorreram lá atrás e que não voltam mais…. 
É muito bom ter um passado para se recordar, pois são momentos únicos que fazem parte da nossa história. O que não é saudável é estar demasiado focado no passado ao ponto de nos impedir de viver o presente.
As pessoas com dificuldade em gerir de forma saudável as emoções, tendencialmente ou estão demasiado fixadas no passado e aí pode surgir a depressão, ou ficam demasiado preocupadas com o futuro e poderá ocorrer problemas de ansiedade. Em ambas as situações, o presente não é vivido.
Atualmente, é comum ocuparmos a mente com coisas que ainda vão acontecer ou que já ocorreram, aparentemente nunca estamos bem onde estamos, pois ou queremos reviver o passado ou então, ficamos ansiosos para que o futuro chegue depressa. Tal como a canção do António Variações, quando refere “só estou bem onde não estou”…
Há excesso de preocupação com situações que estão fora de nosso controle, porque já aconteceram, e por outro lado sofremos por antecipação com fatos que podem nem chegar a ocorrer.
Tudo isto, gera desgaste emocional. É como se todos os dias colocasse lixo num contentor e não o despejasse. Vai chegar um momento que não é possível enchê-lo mais…
O presente é a única coisa que temos – O passado já passou, o futuro ainda não chegou! Por isso, o momento atual tem o nome de “presente”, pois é um presente da vida. 
A minha mensagem para este Natal é que Viva o momento presente, esteja presente para as pessoas com quem se relaciona, escute-as, ativamente, dê-lhes atenção, sem pensar no ontem, sem pensar no amanhã, sem telemóvel. Esteja com todos os sentidos para o momento presente: olhe, escute, sinta, abrace, saboreie, usufrua do momento presente.
Neste Natal, mais importante que dar ou receber presentes, esteja presente!
​Feliz Natal!

    Conheça as 5 Técnicas infalíveis para desenvolver a Autoconfiança!  Clique aqui​É gratuito! 

Quer comentar? Faça-o aqui