FOCO E CLAREZA

Foco e Clareza, são de extrema importância para quem está no processo de querer desenvolver competências de liderança.
 de extrema importância não perder de vista o que queremos atingir. Nos dias de hoje é muito fácil dispersarmos a nossa atenção, pois somos bombardeados diariamente com excesso de informação. E a forma de mantermos a nossa atenção no resultado que queremos alcançar, é adotar aquilo que eu chamo de “Economia de Energia”, ou seja canalizar a energia para aquilo que realmente interessa na prossecução do objetivo, não desperdiçar energia nem tempo com ações, ou pensamentos que nos vão desviar da meta traçada e não vão contribuir em nada para o nosso crescimento pessoal. No meu percurso pessoal com vista a atingir o meu objetivo, eu considerei 4 fatores fundamentais:

1.Definir Metas e submetas
2.Desenvolver capacidade de visualização
3.Ter uma boa comunicação interna
4.Controle emocional

1. Definir Metas e Submetas. A tendência é sentirmos stress ou ansiedade face ao objetivo que definimos e o medo de não conseguir, por ser demasiado grande ou por não ter tempo, ou por acharmos que não somos capazes, etc. É aí que é importante o foco na Meta e dividi-la em metas pequeninas de modo a tornar o processo mais simples e manter a motivação, mas nunca perdendo de vista a meta final. O truque é pensar do Futuro para o Presente, ou seja descobrir quais são as primeiras próximas submetas necessárias hoje , que vão direcionar para o Resultado final, concentrando a nossa atenção na execução da próxima submeta.

2.Desenvolver capacidade de visualização. Lembra-se de na etapa do “objetivo” eu falar de que o nosso inconsciente para além da Repetição entende também por “Imagens Visuais”? Crie imagens visuais de si a realizar o seu objetivo, a estar lá presente no resultado alcançado. Dê-lhe cor, brilho, intensidade, o máximo de pormenor possível. Onde está? Com quem está? Como se está a sentir? O que está a fazer? O que tem consigo? O que veste? Lembre-se detalhe ao máximo, para que o Inconsciente possa incorporar.

3. Ter uma boa Comunicação interna. Como é o seu diálogo interno? Houve mais a voz negativa ou a voz positiva? O truque que eu utilizo é pensar em sucessos anteriores que já obtive na minha vida, lembrar-me do que senti naquele momento, o que disse, o que fiz. Colocar-me naquele estado emocional em que vivi o sucesso. Já ouviu com certeza dizer que as “palavras são poderosas”? É verdade, por isso a comunicação consigo deve ser convincente, confiante, tranquila e com determinação, mas sem ser ilusória.
Utilize palavras no presente do indicativo( Eu faço, eu sou, eu consigo) evite os verbos no condicional (eu deveria, eu seria, eu conseguiria…). Palavras como “tentar” ou “se” que remetem para a incerteza são de evitar na sua comunicação interna. Quando surgem, substitua-as de imediato.
 
Exemplo1:
 
“se eu conseguisse ter autoconfiança eu seria a melhor profissional na minha área”.  A palavra “se” remete para a incerteza, está a dar essa indicação ao seu inconsciente.

Exemplo2:

“Eu estou a trabalhar para ter mais autoconfiança e conseguir ser o melhor profissional na minha área”
 Este exemplo, para quem está em processo de trabalho para desenvolver a sua autoconfiança.

 Exemplo 3:
“Eu tenho autoconfiança e sou a melhor profissional na minha área”
 
 4.Controle Emocional. O cérebro é um músculo, com tal necessita de treino. Quando a mente é assolada por pensamentos que nos deprimem e nos desvirtua no nosso foco, substitui-se esse pensamento por outro que nos motive, que nos leve ao Resultado que queremos. Claro que não é fácil no início, mas treina-se. Nesse processo de treino, poderá recorrer à meditação, ioga, fazer coaching.

Pratique estes 4 elementos, inerentes ao FOCO e transformações poderosas ao nível da Confiança surgirão. 

    A sua opinião é muito importante. Partilhe e diga-nos a sua opinião sobre o artigo.


Quer ter aquela confiança que sempre desejou? Receba gratuitamente 5 Técnicas infalíveis para se tornar mais Auto-Confiante! Basta Clicar aqui

Quer comentar? Faça-o aqui